O Norfolk Terrier é um cão pequeno, valente, ativo e sociável.

De índole amável, são amorosos e fiéis aos seus donos. Vivem bem dentro de casa e adaptam-se facilmente em apartamentos, mas precisam de passeios diários ou espaço para gastar energia.

Carinhosos, são ótimos companheiros e convivem bem com toda a família, incluindo crianças e idosos. Por não serem agressivos, são receptivos com estranhos, e convivem bem com outros animais, inclusive de outras espécies.

A pelagem do Norfolk Terrier é dupla, com subpelo espesso, e apresenta-se nos tons vermelho, trigo, preto e castanho ou grisalho. O pelo é mais longo e áspero no pescoço e ombros. Na cabeça e orelhas o pelo é curto e liso, com exceção dos ligeiros bigodes e sobrancelhas.


História da Raça

Originário da Inglaterra, a história do Norfolk Terrier remonta ao século 19, quando fazendeiros utilizaram alguns Terriers de trabalho para originar um cão que pudesse afugentar pequenos animais que invadissem as plantações e os rebanhos. Apesar da antiguidade, a raça só foi reconhecida pelo The Kennel Club, em 1932, como Norwich Terrier. Havia grande diversidade em tipo, tamanho, pelagem e orelha, que eram aceitas caídas ou eretas.

Em 1964, The Kennel Club reconheceu que o Norwich de orelhas caídas era uma outra raça, que recebeu o nome de Norfolk Terrier. Ambas as raças se desenvolveram bem após a separação, com características próprias a cada uma delas.


Padrão da Raça

Grupo 3 - Terriers | Seção 2 - Terriers de Pequeno Porte | País de origem: Grã-Bretanha

Nome no país de origem: Norfolk Terrier

Utilização: Caça e companhia

Aparência Geral: é um dos menores "terriers". Pequeno, vivaz, compacto e forte, dorso curto, boa substância e ossatura. As cicatrizes de honra, adquiridas na função, são permitidas.

Comportamento / Temperamento: é um cão de personalidade para seu tamanho. De índole amável, não é brigão. Constituição vigorosa, alerta e destemido.

Movimentação: segura, rasante e com boa propulsão. Move-se corretamente direcionado para frente e reto desde o ombro. Boa angulação dos posteriores, mostrando grande poder de propulsão. Os posteriores seguem a trilha dos anteriores, movendo-se suavemente desde a garupa. Boa flexão dos joelhos e dos jarretes. A linha superior permanece nivelada.

Pelagem / Pelo: duro, de arame, reto e assentado ao corpo. É mais longo e áspero no pescoço e nos ombros. Na cabeça e nas orelhas o pelo é curto e liso, com exceção dos ligeiros bigodes e sobrancelhas. "Trimming" excessivo é indesejável.